quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Músicas de 74

Em 31 de Dezembro de 1974, às 7 e 30 da tarde, como habitualmente, o indicativo da Página Um, na Rádio Renascença, tocava a música dos Pop Five, com o mesmo nome e composto de propósito para o programa.

O locutor, de voz sóbria, era Luís Filipe Martins que nesse dia dedicou a emissão a uma retrospectiva do ano que passava.

Como habitualmente, o meu rádio estava sintonizado para a frequência devida e com papel quadriculado e lápis ( Staedtler nº2), ia anotando, música a música, tema a tema, o alinhamento do programa desse dia, à semelhança do que iria fazer ao longo do ano seguinte.

O papel é este. O rádio é o da imagem ao lado e que ainda toca, nos transistores aquecidos na minha cozinha, todos os dias.





















Entre os diversos temas que não perderam nada com o passar do tempo, destaco o dos Sparks - Amateur Hour, do LP Kimono my House; Sandy Denny, do album Like an old Fashion Waltz, o tema Solo; Rory Gallagher e o tema ao vivo Tatto, de um Lp do Reading Festival; Graham Nash e Prison Song, do LP Wild Tales; o francês Maxime Le Forestier, com Si tu étais né en Mai; A Banda do Casaco, apresentado pela primeira vez no mês de Outubro desse ano, com Lavados, lavados sim, Gary Shearston, ( ainda identificado como Chesterton, como o escritor)com I get a kick out of you; Clifford T. Ward ( que esteve em Lisboa) com Jane.

Sem comentários: